Benefícios da Pitaya


Hum, delícia de fruta, você já conhece??? Já provou???

A fruta do dragão, como também é chamada, por suas irregularidades na casca, contém vitaminas fósforo e oligossacarídeos, que auxiliam no processo digestivo, além de prevenir doenças como o câncer de cólon e diabetes.

Ela também ajuda a neutralizar substâncias tóxicas, como metais pesados, e faz com que o organismo os elimine com mais facilidade. É um alimento que reduz o mau colesterol e atua contra a hipertensão

A pitaya tem um leve sabor adocicado, que lembra o do kiwi. Com ação termogênica e apenas 50 calorias em cada 100 g, a fruta é ótima aliada do emagrecimento. Isso porque é fonte de tiramina, um aminoácido que ativa o hormônio glucagon, capaz de estimular o organismo a utilizar os estoques de glicose e de gordura e transformá-los em energia. Rica em vitamina C, cálcio, ferro, fósforo e potássio.

A pitaya ainda faz com que você se sinta saciada por mais tempo. O agente amigo, novamente, é o glucagon. Como ele absorve o açúcar do organismo e o transforma em energia, o cérebro entende que o corpo está alimentado, atrasando o alerta da fome. A tiramina também inibe o apetite e aquela vontade súbita por doces. Quer sobremesa melhor?

Por carregar boas doses de oligossacarídeos, uma fibra alimentar não digestível, os benefícios da pitaya incluem o combate ao diabetes tipo 2 (por causa da redução da glicose no sangue), a prevenção do câncer de cólon e de infecções bacterianas. As sementes contêm 50% de ácidos graxos essenciais (ômegas 3 e 6), um tipo de gordura boa capaz de evitar doenças cardiovasculares.

De acordo com pesquisadores da Universidade de Chubu, no Japão, a pitaya ajuda a inibir a obesidade graças à antocianina - antioxidante que ainda afasta problemas cardíacos. O resultado do estudo constatou que a substância mantém as células de gordura murchinhas e ativa o metabolismo.

Muito comum no México, a fruta, que também é cultivada no Brasil (principalmente no estado de São Paulo), deve ser escolhida com alguns cuidados. Opte pela pitaya com coloração acentuada e casca sem lesões.

Como conservar? Fechada, ela dura algumas semanas; depois de aberta, consuma em, no máximo, dois dias. A polpa fresca ou congelada pode ser utilizada no preparo de várias delícias, como geleias, sorvetes, iogurtes, compotas, tortas, doces e sucos.

Que tal um suco de pitaya nesta tarde??? Vamos à receita...



Suco de pitaya
Preparo: 5 min
Pronto em: 10 min
Rendimento: 4 copos
Calorias por copo: 70

Ingredientes
· 3 xícaras (chá) de pitaya sem casca picada
· 1/4 de xícara (chá) de folhas de hortelã
· 1 xícara (chá) de abacaxi picado
· 2 xícaras (chá) de água gelada
· Adoçante a gosto

Preparo
No liquidificador, junte a pitaya, a hortelã, o abacaxi, a água e o adoçante. Bata até o suco ficar homogêneo e transfira a bebida para copos altos. Sirva a seguir. Se quiser, acrescente pedrinhas de gelo a gosto.

E aí gostaram??? Bora provar uma pitaya... Delícia!

Bjokas da nutri!
Exibindo assinaturajuliana.png
Exibindo assinaturajuliana.png

Exibindo assinaturajuliana.png
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por visitar o meu blog! Volte sempre ;)