Oncologia: Como amenizar os efeitos causados pelos tratamentos, como enjoos e perda do paladar.





Seja com a quimioterapia, radioterapia ou hormonioterapia, o tratamento do Câncer pode provocar efeitos colaterais que interferem na alimentação do paciente. O tumor e o tratamento fazem o metabolismo da pessoa gastar mais energia e, ao mesmo tempo, perder o apetite, o que pode provocar desnutrição.
Junto a essa dificuldade, o tratamento pode causar náuseas, diarreia, falta de salivação, alteração no paladar e dificuldade de mastigar e digerir os nutrientes. A fim de amenizar esses efeitos, os cuidados na escolha dos alimentos e na forma de realizar as refeições devem ser redobrados. Anote o que especialistas em nutrição oncológica recomendam para garantir todos os nutrientes necessários e ter um corpo mais preparado para vencer essa doença. 


Devido à grande prevalência desta doença nos últimos tempos, gostaria de dividir com vocês algumas maneiras de amenizar alguns destes incômodos. 


As ervas aromáticas são excelentes, mas o ideal, é pegar leve, quando elas são bem usadas deixam os pratos perfumados, saborosos, celestiais. E ainda, disfarçam, muito bem, os sabores que, por causa da medicação, podem causar os enjoos e acabar com o paladar.


Veja quantas opções:


Alecrim: de aroma fresco, dá um sabor todo especial às aves, aos molhos de tomate e às sopas d tomate, além disso, cai bem com carnes, patês, berinjela, batatas, couve-flor, sucos e saladas de frutas.


cebolinha-verde: um clássico. Usada em omeletes, molho vinagrete e molhos à base de creme de leite para peixes. Fica ótima em patês de ricota, queijo cremoso, sopas e saladas.


Coentro: "o mundo divide-se em quem ama e quem odeia". O coentro moído pode ser usado no tempero de peixes, carnes, aves, assados ou grelhados, molhos, sopas de feijão, lentilha e legumes.


Endro Dill: um ingrediente indispensável no preparo de peixes, molhos, salada de batatas, marinados, picles, carnes, sopas, massas, queijos e compotas.Dá aquele realce de sabor de propaganda à comida.


Erva doce: suave, dá o toque especial em biscoitos, bolos, broas de milho, bolachas e pães. Também cai como uma luva em pratos salgados como queijos, molhos para saladas, frutas em calda, peixes e frutos do mar.


Estragão: de sabor marcante, parecido com anis, é a pitada que realça vinagres, picles, molho tártaro e de mostarda e maionese. Também fica ótimo em saladas verdes, frutos do mar, pratos com ovos, frango e carnes.








Estes são apenas algumas opções entre tantas ervas, na próxima semana iremos conhecer outras. Durante a semana ouse utilizar algumas destas ervas e me conte seu resultado, mesmo que você não esteja em tratamento para câncer, introduza no seu dia a dia.


Bjokas da nutri até semana que vem!!!

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por visitar o meu blog! Volte sempre ;)